Públicos personalizados no Facebook Ads

Públicos personalizados no Facebook Ads

Sendo este um dos temas mais importantes para quem quer monetizar (conseguir vendas e clientes, de fato), veremos como criar públicos personalizados no Facebook Ads e combinações entre eles para usar nas suas campanhas. 

Então, se você ainda não trabalha com públicos personalizados no Facebook, mas já faz campanhas, você vai se surpreender com o aumento da taxa de conversão que você pode conseguir nesses conjuntos de anúncios de públicos personalizados. E mesmo para quem já trabalha com esses públicos e quer melhorar seus resultados, separamos duas dicas finais que muita gente que já trabalha com marketing digital acaba deixando de lado. Sendo que esse erro pode comprometer toda a sua estratégia.

Então, antes da gente seguir, é importante que você tenha o pixel do Facebook bem configurado na sua página. 

Índice:

  1. Como criar públicos personalizados no Facebook
    1. Tráfego do Site
    2. Vídeo
    3. Perfil comercial do Instagram
  2. Dicas finais de públicos personalizados no Facebook

Como criar públicos personalizados no Facebook

Utilizando o gerenciador de anúncios do Facebook, abrimos o menu e selecionamos “Públicos”. Onde encontramos três opções de criação de público:
Opções de público personalizado

Clicando em público personalizado, notamos que existem diversas formas de configurar um público personalizado. Estão listadas aqui:

Fontes para a criação de públicos personalizados

Para exemplificar, vamos usar 3 fontes diferentes:

  1. Tráfego do Site
  2. Vídeo 
  3. Perfil comercial do Instagram

Tráfego do Site

Seguindo com a fonte de tráfego do site, vemos as regras que vamos determinar para segmentar esse público:

Tráfego de site

Vamos aos exemplos:

Todos os visitantes do site

Então podemos incluir pessoas que atende a qualquer um dos critérios listados. Lembrando que é necessário que o pixel do Facebook esteja bem instalado e configurado. Assim, primeiro podemos criar uma lista com todos os visitantes do site nos últimos 30 dias e dar um nome para ela.

Pessoas que visitaram páginas da web específicas

Depois, vamos criar um novo público personalizado, a partir de tráfego de site. Mas, dessa vez, vamos selecionar pessoas que passaram por uma URL específica. Dessa forma, ao invés de deixar selecionado todos os visitantes do site, vamos selecionar a opção pessoas que visitaram páginas da web específicas

Assim, indo até a página específica, copiamos a parte da URL que a torna específica (o slug). Por exemplo, a parte /segmentacoes-do-facebook – que é o slug de um artigo do nosso blog da Flyon. E colamos na etapa de URL contém.

Lead

No último exemplo de tráfego, vamos mostrar como segmentar pessoas que se inscreveram em newsletter. Então, depois da instalação do pixel, criamos um evento de cadastro (lead). Por isso, queremos ver as pessoas que se tornaram lead no últimos 90 dias, por exemplo.  

Isso significa que toda pessoa que entrar no site em questão e cadastrar seu email, vai disparar um evento no Facebook e vai tagear essa pessoa como um lead. Assim, conseguimos criar uma lista específica de pessoas que já se transformaram em leads dentro de tal página.

Vídeo

A partir da fonte de vídeo, devemos definir qual tipo de envolvimento queremos selecionar para poder segmentar esse novo público. Selecionando a opção de pessoas que visualizaram 75% do seu vídeo, podemos notar que são pessoas que já estão mais engajadas. Ou seja, um público que já demonstrou interesse no que você estava veiculando.

Depois disso, você pode escolher um ou mais vídeos que você quer analisar, estando eles na sua página do Facebook ou do Instagram.

Assim, você pode selecionar de onde veio esse vídeo (Facebook ou Instagram) e determinar o tempo de análise. Por exemplo, visualizaram o vídeo nos últimos 365 dias.

Públicos personalizados - Vídeo

Perfil comercial do Instagram

No nosso último exemplo, veremos de pessoas que interagiram com o perfil comercial do Instagram. 

Tendo um formato bem parecido com a fonte de tráfego, tem o diferencial de poder selecionar pessoas que se envolveram com o seu negócio e outras relacionadas a um perfil comercial. 

Desse modo, temos uma boa variedade criada de público e pessoas que já estão engajadas com o nosso negócio. Isso faz com que esses conjuntos de anúncios tenham taxa de conversão muito mais altas do que conjuntos de anúncios de público frio (aquele que não nos conhece e/ou não interagiu conosco). 

Perfil comercial do instagram

Dicas finais de públicos personalizados no Facebook

Diagrama de públicos Personalizados

 O diagrama acima foi criado de acordo com o engajamento teórico deles. Ou seja:

  • Envolvimento no Instagram a 365 dias. Isso significa que envolve qualquer tipo de envolvimento com o Instagram (como curtidas, comentários e até seguir o perfil comercial).
  • Assistiu 75% do vídeo selecionado. Ou seja, um público que assistiu mais do que 75% do(s) vídeo(s) selecionado, num último período de 365 dias.
  • Todos visitantes do website. O público que acessou seu website.
  • Visitantes de página específica. O público que acessou um artigo ou uma página específica.
  • Cadastro em newsletter (Leads). O público que é parte da sua rede de emails e se cadastrou na sua newsletter.

Primeira dica para públicos personalizados no Facebook Ads

Quando você criar os conjuntos de anúncios para cada público, você quer isolar esse público de todos os outros. Isso porque se você deixar todos os públicos abertos, você vai notar que existe uma mistura dentro de cada público. Por exemplo, dentro do público de envolvimento do Instagram, podem ter pessoas que fazem parte da sua newsletter. Então seus dados acabam ficando poluídos, quando você precisa de dados “cristalinos” a respeito do seu público. Isso para que você possa tomar a decisão de qual público está lhe trazendo mais retorno e para onde direcionar o seu investimento.

Para ajudar a entender melhor e na visualização do que estamos dizendo, veja o diagrama abaixo:

Diagrama 2 -Intersecção entre os públicos

Temos nele todos os públicos e estão com tamanhos ajustados, de acordo com o tamanho teórico de cada um. Por exemplo, provavelmente você vai ter mais gente envolvida com o seu Instagram do que pessoas que se cadastraram na newsletter.

Nesse diagrama ficou de fora o público que acessou um artigo específico por causa do exemplo de campanha que daremos a seguir. Mas fizemos a criação desse público, justamente para você perceber que existe a possibilidade de segmentar pessoas que acessaram uma URL específica. 

Então, no diagrama, você consegue ver qual a intersecção de cada público e, claramente, existe intersecção de todos os públicos com todos. É nesse momento que muita gente comete alguns erros.

Segunda dica: como isolar os públicos personalizados no Facebook Ads

Por exemplo, para poder isolar o público de envolvimento do Instagram, é preciso excluir todos os outros da intersecção. Para isso, é preciso criar um conjunto de anúncios com o público que já teve envolvimento com o Instagram, excluindo os demais públicos dele.  

Já no caso do público que assistiu a 75% dos vídeos, o que difere é que devemos manter a intersecção do envolvimento em Instagram. Portanto, excluindo somente os outros dois.

Veja abaixo o esquema para compreender melhor:
Grupos de Anúncio

Imagine que o objetivo da campanha seja de novos cadastros na newsletter. Faz sentido, portanto, que o público impactado vá se especificando. Até o momento em que, o público da newsletter não será atingido – até porque, não faz sentido com esse objetivo. 

Entretanto, se o objetivo for de uma campanha de conversão, em que eu crie uma oferta, o público já cadastrado pode ser um dos mais interessantes. Isso porque são pessoas que já demonstraram bastante interesse no que temos a oferecer.

 

Ficou com alguma dúvida sobre como criar públicos personalizados no Facebook? Deixe nos comentários que logo responderemos!

Veja o vídeo para um passo a passo mais detalhado sobre como criar públicos personalizados no Facebook Ads: