Índice de Qualidade Google Ads: 5 dicas para dominar essa métrica!

Índice de Qualidade Google Ads: 5 dicas para dominar essa métrica!

Com o crescimento do Marketing Digital, a cada dia, mais pessoas são impactadas por anúncios na internet.

Assim, pessoas fazem pesquisas diariamente no buscador da Google tentando encontrar algum produto, serviço ou negócio.

Porém, você já parou para pensar como é escolhido o primeiro ou o último anúncio exibido logo após a sua pesquisa? 

Neste artigo, vou te mostrar um pouco mais sobre uma das variáveis que determinam o posicionamento dos anúncios no Google: o Índice de Qualidade do Google Ads.

Afinal, o que é Índice de Qualidade e como ele funciona?

O Índice de Qualidade é uma métrica de relevância onde é estimada a qualidade das suas palavras-chaves, páginas de destino e anúncios em si.

Dessa forma, é uma espécie de nota (1 a 10)  que o Google dá a todo seu comportamento na rede de pesquisa.

Temos aqui, um gráfico que nos mostra as parcelas de cada fator contribuinte para o Índice de Qualidade Google Ads

índice-de-qualidade-google-ads-fatores-que-influenciam

Como vimos, o Google não nos conta toda a receita do bolo (claro!).  Existem outros fatores contribuintes.

Assim, o cálculo é feito por duas principais variáveis: Lance por CPC e pelo Índice de Qualidade Google Ads, nos resultando no Ad Rank. Este seria o então posicionamento do seu anúncio.

índice-de-qualidade-google-ads-ad-rank

Como vimos, com o seu valor de Índice de Qualidade Google Ads e com o seu Ad Rank, conseguimos também calcular o seu valor de CPC Real.

Mas o que é CPC e CPC Real?

O CPC é uma das formas de precificação dos anúncios.

Nessa forma, você define um lance máximo de custo por clique, ou seja, o maior valor que você deseja pagar por um clique em seu anúncio.

Seu cálculo é bem simples: Custo Total/ Nº de cliques.

Já o CPC real é o valor que você realmente paga, independentemente do valor que colocou como CPC Máximo.

O cálculo é feito com o Ad Rank do anúncio abaixo do seu e dividido pelo Índice de Qualidade Google Ads do seu próprio anúncio.

Índice de Qualidade 

O Índice de Qualidade Google Ads é formado por alguns fatores:

  1. CTR (Taxa de Cliques) – É a frequência que sua palavra-chave gerou em cliques no anúncio. Dessa maneira, seu cálculo é simples: Cliques recebidos pelo seu anúncio/Nº de vezes que ele foi exibidoEx: Seu anúncio teve 50 impressões e 10 cliques, sua CTR será de 20%.
  2. Relevância do anúncio – Qual a relevância que a sua palavra-chave tem em relação à mensagem dos seus anúncios. Assim, há três possíveis status: acima da média, na média ou abaixo da média.
  3. Desempenho do anúncio – Aqui é onde o Google vê a qualidade da informação entregue ao usuário. Desse modo, ele observa o interesse e conversão que a sua campanha teve. Isso mediante suas segmentações.

A partir do conjunto dessas métricas, é feito o cálculo de rankeamento dos anúncios a cada busca feita. A cada leilão realizado. Portanto, traz ao usuário um conteúdo mais qualificado e exato.

Agora que você já tem uma noção sobre a importância do Índice de Qualidade Google Ads, vamos listar 5 dicas para domina-lo e assim, melhorar o seu posicionamento na Rede de Pesquisa.

Índice

    1. CTR
    2. Palavra-chave
    3. Página de destino
    4. Objetividade
    5. Criatividade

1.CTR

Para o melhoramento da sua CTR esteja sempre atento a negativação de palavra-chaves e extensões de anúncios!

A negativação de palavras deve ocorrer  mediante os termos de pesquisa, assim você encontra de maneira fácil os termos irrelevantes que estão disparando seus anúncios.

Afinal, qual o sentido faz você mostrar os seus anúncios a um público que não está interessado?

Prepare sua lista de palavras negativas com carinho, que você verá os resultados!

Dentro do Google Adwords, existem vários tipos de extensões de anúncio e com certeza pelo menos uma pode te favorecer!

As extensões de anúncios te possibilitam a incluir, link, endereço, localização ou telefone nos seus anúncios, tornando eles maiores e mais chamativos.

Invista sempre em tornar o seu conteúdo o mais atraente possível!

2.PALAVRA-CHAVE

Igualmente importante, é fazer o bom uso das suas palavra-chaves.

Nos títulos, no caminho de exibição e nas descrições dos anúncios, de uma maneira leve e sutil.

Entretanto, não se pressione a colocar a sua palavra-chave apenas por colocar. Pois acaba ficando de qualquer jeito e com isso a qualidade da sua escrita vai cair.

Como resultado, você acaba provocando erros de concordância, incoerência e se perdendo no foco de tornar o seu anúncio o mais objetivo possível.

Portanto, lembre-se: use palavras-chave, mas não em excesso!

3.PÁGINA DE DESTINO

É importante sempre verificar se a sua página de destino tem sentido com o propósito do seu anúncio.

Por exemplo, se o seu anúncio é sobre “Biquínis de Melancia”, ao clicar no anúncio, o usuário espera ser direcionado a uma página de compra do produto citado e não na página inicial.

Ou se você está oferecendo um serviço em que a empresa entrará em contato com você a partir do preenchimento de um cadastro, você espera ser direcionado para a página de contato.

Assim, quanto mais qualificada e alinhada com o anúncio sua página de destino for, melhor será seu desempenho aos olhos do Google.

4.OBJETIVIDADE

Para atingir o seu público alvo, os seus anúncios devem ser objetivos e claros.

Tudo começa no seu título. Nele você deve conversar com seu público-alvo, despertar o real  interesse, ser atrativo e chamativo de maneira clara.

Em sua descrição, nada de complicações na  escrita. Objetividade! Digite sobre o seu diferencial perante aos concorrentes e as vantagens de seu produto.

Encontre maneiras de chamar o usuário para uma ação. Sendo assim, você pode fazer o uso de  Gatilhos Mentais, que são estímulos que recebemos do cérebro que nos levam a realizar ações e também palavras persuasivas.

5.CRIATIVIDADE

É comprovado que as imagens têm uma enorme força em todas as mídias e nos seus anúncios, não seria diferente.

É importante o uso de imagens que chamem a atenção do usuário!

Elas devem sempre estar de acordo com o anúncio, com a proposta da sua empresa e serem nítidas, apresentando baixo conteúdo escrito.

Quanto mais atraentes, mais chances elas têm de converterem. Dá uma olhadinha no artigo da Thais que fala um pouco sobre Imagens que Convertem bem!

Fique atento!

Fatores como histórico da sua conta e ajustes para dispositivos são um dos outros fatores que podem impactar você quando for melhorar seu Índice de Qualidade.

Sua CTR  geral gera um histórico na sua conta que é levado em consideração para ser gerado seu índice. Caso seu histórico seja muito ruim, ficará bem mais difícil se posicionar, sendo viável  a possibilidade de criação de uma nova conta no Google Ads.

Ajustes de lance para dispositivos são sempre necessários, para que você não fique    gastando dinheiro em dispositivos que pra você não faz sentido. 

Por exemplo, você percebeu que muita gente entra no seu site pelo celular mas não converte. Você pode dar um ajuste negativo para dispositivos móveis e apresentar seu anúncio menos vezes lá.

Portanto acompanhe de perto seus resultados seguindo essas dicas, tenho certeza que você terá uma melhora significativa nos seus anúncios e consecutivamente no seu Índice de Qualidade Google Ads!

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários que respondemos!