CBO no Facebook Ads – O Guia Absolutamente Completo

CBO no Facebook Ads – O Guia Absolutamente Completo

Confira Aqui Tudo Que Você Precisa Saber Sobre CBO (Campaign Budget Optimization) no Facebook. O Guia Absolutamente Completo – FlyOn Marketing Digital

Neste artigo falaremos tudo sobre CBO (Campaign Budget Optimization) no Facebook. Desde sua definição, como configurar uma campanha e até possíveis testes para você já dominar essa estratégia que, desde Setembro de 2019, passou a ser obrigatório.

Aqui, ao final do artigo, mostrarei possíveis testes que você pode fazer para extrair o máximo dessa nova estratégia que promete ser poderosa e que vai modificar a maneira com que olhamos nossas campanhas do Facebook Ads.

Caso queira uma navegação mais rápida, você pode pular entre os tópicos abaixo para ir direto ao assunto que você está procurando. Agora, caso nunca tenha ouvido falar de CBO, fique por aqui que passaremos por todos os pontos necessários para que você entenda tudo sobre seu funcionamento.

Índice:

Mas afinal, o que é CBO?

O Facebook está sempre trazendo novidades em sua plataforma de anúncios. Dessa vez ele veio com uma grande novidade que está movimentando a comunidade de quem anuncia na internet através desta plataforma. Estamos falando do CBO (Campaign Budget Optimization). 

O CBO é uma maneira de otimizar o orçamento dos conjuntos de anúncio de uma determinada campanha. Antes, a nível de campanha, você definia apenas o objetivo dela. Como por exemplo, uma campanha voltada para geração de cadastros, mensagens ou conversão (caso queira saber mais sobre os objetivos de campanhas existentes no Facebook clique aqui e confira nosso artigo). Agora com o CBO, além do objetivo, será possível definir um orçamento total para sua campanha. Não sendo mais necessário distribuí-los entre seus conjuntos de anúncio.

Abaixo podemos acompanhar uma tabela fornecida pelo próprio Facebook que nos ajudará a entender melhor o que é o CBO. 

Nela podemos identificar dois cenários.

Exemplo distribuição de orçamento do CBO

O primeiro é sem o uso do CBO. Assim, seria o cenário que estamos habituados a trabalhar. O qual alocamos os orçamentos individualmente em cada conjunto de anúncio. Neste exemplo alocamos 10 reais para cada conjunto, totalizando os 30 reais para as campanhas.

Desse modo, note que eles trouxeram resultados diferentes devido a diversos fatores como público e criativo.

Já no segundo cenário, identificamos o uso do CBO pois o orçamento está setado a nível de campanha.

Ali o próprio Facebook irá distribuir, entre os conjuntos de anúncio, o orçamento que ele acredita ser melhor. Assim, disponibilizando maior verba para aqueles conjuntos que tem a melhor performance, extraindo assim o máximo de cada campanha.

Em sua essência, a otimização pode parecer mais simples, pois você apenas definiria o orçamento a nível de campanha e ele automaticamente distribuirá pelos seus conjuntos. Sendo assim uma alternativa muito interessante para aqueles que são leigos nessa plataforma.

Porém, o que realmente aconteceu é que o Facebook nos abriu novas possibilidades e maneiras novas de se otimizar. Fique aqui conosco que ainda falaremos sobre isso…

Como configurar uma campanha com o CBO?

Bom, já vimos que o CBO pode ser uma ótima estratégia para alavancar seus resultados. Mas, afinal, como faço para configurar essa estratégia?

Lembrando que a partir de Novembro todas as campanhas passaram a ser habilitadas automaticamente para CBO. Portanto, se você que está lendo já passou de Novembro de 2019, provavelmente essa opção já está habilitada.

Por isso, vou te ensinar como habilitar AGORA a função de CBO em suas campanhas do Facebook:

Caso 1: Ativando em uma campanha nova

Em seu gerenciador de anúncios, clique no botão verde em “criar”. 

Em seguida habilite a função de CBO. Em português, “Otimização do Orçamento da Campanha”, e coloque o valor desejado. Sendo também possível inserir um valor diário ou vitalício.

Local em que se ativa o CBO

Simples assim…

Caso 2: Ativando em uma campanha já existente

Vá até a campanha que você deseja mudar para o CBO e clique em “editar”

Em seguida ative a opção de CBO deslizando a barra para a direita

Vale a pena?

Já estamos acostumados com mudanças na plataforma do Facebook e acreditem, se eles estão mudando, será para bem. Inicialmente estão sendo feitos testes e melhorias nessa nova maneira de distribuir o orçamento mas essa ferramenta está funcionando cada vez melhor.

Uma das explicações para essa mudança é que o Facebook é “amigo do usuário” permitindo que pequenos negócios anunciem nessa plataforma com menos dificuldades. Pois dessa maneira, o Facebook acaba otimizando as campanhas de maneira automática, facilitando a vida de quem não tem experiência com a ferramenta.

Mas isso não significa que acabou o trabalho das agências de marketing digital. Com essa nova funcionalidade é possível criar estratégias diferentes de otimização que vão muito além em complexidade e dificuldade mas que podem trazer resultados excepcionais.

Abaixo listaremos algumas possibilidades de testes que podem ser promissores para seu negócio, mas é aconselhável para quem já tem um pouco mais intimidade com a ferramenta.

Lembrando também que cada conta tem sua peculiaridade e o que funciona para uma conta pode não funcionar para a outra. Aqui serão passadas sugestões que estamos testando na agência.

Possíveis testes

Antes de iniciarmos os testes, precisamos entender que o Facebook nos disponibilizou, com o CBO, uma opção nova nos conjuntos de anúncio. Agora é possível definir o valor mínimo e o valor máximo que você está disposto a pagar em cada conjunto.

Para utilizar-se dessa opção, vá em editar o conjunto de anúncio, em “data de início” clique em “mais opções” e preencha a caixa de seleção com “adicionar limites de gastos”. Alí será possível preencher os campos com os valores mínimos e máximos que você está disposto a pagar por conjunto de anúncio.

Teste 1 – Uma campanha com conjuntos de anúncio com limites de gastos diferentes 

Nesse teste mesclaremos públicos quentes e frios em uma mesma campanha, porém colocaremos limites de gastos mínimo para os públicos quentes, lembrando que a somatória dos mínimos não pode ser maior ou igual ao orçamento diário da campanha, pois se isso ocorrer os conjuntos com público quente não deixarão espaço para os frios tentarem performar e os públicos frios são muito importantes para você expandir o seu leque de clientes.

Teste 2 – Duas campanhas com Orçamentos diferentes separando públicos quentes e frios

Já para esse teste, iremos separar os públicos destinando a campanha com públicos quentes um maior valor de orçamento diário, com isso, investiremos em performance primeiro com públicos que teoricamente funcionam melhor e ainda sim testando públicos novos.

Teste 3 – Uma campanha sem limite de gastos

Esse teste é realmente mais simples onde deixaremos o Facebook escolher em qual conjunto ele irá apostar que trará mais resultados. Não é muito aconselhado esse teste pois você tem muito menos controle sobre o investimento em cada conjunto de anúncio.

Teste 4* – Uma campanha com limite de gasto mínimo igual ao limite de gasto máximo

Por último, essa é uma sugestão para você que não conseguiu se adaptar ao CBO. Será possível setar que o valor mínimo seja igual ao máximo, sendo assim, funcionaria parecido com a opção que temos hoje. Eu, pessoalmente, não aconselho pois acredito que em breve a opção de CBO funcionará muito melhor, que essa será uma mudança que trará bons resultados.

Agora você já sabe tudo o que é preciso para começar sua campanha no Facebook utilizando a estratégia de CBO. Após realizados os testes volte aqui e comente o que aconteceu

Caso tenha alguma dúvida de como interpretar os resultados do CBO, entre na central do Facebook que lá tem tudo que você precisa para entender seus resultados.

Então até breve e boa sorte para todos nós nessa nova fase do Facebook.