Marketing de Conteúdo: Tudo O Que Você Precisa Saber!

Marketing de Conteúdo: Tudo O Que Você Precisa Saber!

Investir em marketing de conteúdo deixou de ser um diferencial e se tornou essencial. Assim como já passou o tempo em que ter conhecimento em inglês era um divisor de águas na contratação de um novo colaborador para as empresas, hoje o marketing de conteúdo se faz indispensável para quem quer continuar presente como autoridade no mundo digital.

Índice:

  1. O que é Marketing de Conteúdo?
  2. Como fazer Marketing de Conteúdo?
  3. Por que investir em Marketing de Conteúdo?
  4. Estratégias e resultados para Marketing de Conteúdo

O que é o Marketing de Conteúdo?

Hoje compreendemos que as estratégias do marketing digital vão muito além de mídias pagas. É claro que devemos nos preocupar com as campanhas e anúncios de tráfego pago. Mas só isso pode ser insuficiente.

Tendo em vista que a concorrência é muito ampla no campo digital, as plataformas de pesquisa precisaram de mais variáveis para decidir os posicionamentos das páginas. Por isso, os algoritmos verificam a autoridade de alguém/alguma empresa online. Desse modo, podemos perceber que há uma tendência muito maior nas taxas de conversão acontecerem em páginas que tenham uma boa autoridade. Já que as páginas com maior autoridade estão, frequentemente, nas primeiras posições.

Então, uma das variáveis para a análise dessa autoridade é a produção de conteúdo constante e relevante para a audiência. Assim, é muito importante que você produza conteúdo de qualidade para quem te segue, te acompanha e gosta do seu produto/serviço.

Isso faz com que sua audiência fique cada vez mais consciente sobre você, seu trabalho e sobre o que você oferece. O que é muito positivo para sua imagem! 

O marketing de conteúdo, significa, basicamente, uma estratégia que visa a criação de conteúdo de valor para a sua audiência. Isso significa que você acaba por criar conteúdos de acordo com os desejos e as necessidades de quem te acompanha.  Isso com o objetivo de atrair essas pessoas para gerar resultados – de acordo com o seu objetivo.

Então, nunca se esqueça que o marketing de conteúdo deve estar sempre alinhado aos seus objetivos!

Como funciona

O marketing de conteúdo funciona a partir do entendimento das dores e dos anseios da sua persona. Se você tem uma clínica odontológica, por exemplo, o que sua audiência procura? Provavelmente, saber sobre saúde bucal, certo?

Quer ver um exemplo?

Vamos supor que você tenha uma empresa que presta serviços de design e, pensando em melhorar sua autoridade online, você resolva investir em marketing de conteúdo. Para isso, você passa a compreender o que seu público precisa de ajuda. Como criar imagens que convertem nas redes? Como usar uma ferramenta específica? 

A partir disso, você pode criar artigos, vídeos, podcasts, etc. para ajudar seu público a resolver seus problemas. Dessa forma, sua audiência confiará muito mais no seu trabalho e o Google passará a vê-lo como alguém que realmente entende do assunto.

Portanto, quando você anunciar um produto, seja usando Facebook Ads ou Google Ads, sua autoridade estará tão alta, que todos os seus índices de qualidade lhe ajudarão a se posicionar bem. 

É por isso que trabalhar estratégias de marketing de conteúdo, associadas às mídias pagas só pode lhe render benefícios. 

Objetivo

O objetivo do marketing de conteúdo, portanto, é de produzir e disseminar conteúdo de qualidade para a sua audiência, de acordo com um estudo detalhado e baseado nas necessidades dessa audiência.

Mas, para além disso, o marketing de conteúdo serve para engajar um público, atraí-lo para o conhecimento do seu negócio e/ou serviço. É por isso que o conteúdo produzido através das estratégias do marketing de conteúdo devem ser condizentes com o que você também tem para oferecer.

Sendo assim, o marketing de conteúdo faz com que mais pessoas passem a conhecer seu negócio/produto através do reconhecimento da sua autoridade quando você aborda assuntos do seu conhecimento. Tendo em vista que quanto mais aprendemos sobre algo, mais fundamento temos para falar sobre isso. Assim, quando temos autoridade para tratar de determinado assunto, passamos a ter mais crédito com quem nos escuta e isso a com que nossa marca/nosso negócio passe a ser mais influente.

Afinal, sempre procuramos fechar negócio com quem entende do assunto, não é mesmo?

Como fazer Marketing de conteúdo?

O fato é que o marketing de conteúdo necessita de um planejamento bem organizado e bem estruturado para que ele renda resultados. Isso porque o marketing de conteúdo está diretamente ligado aos algoritmos do Google (ou do mecanismo de pesquisa que você estiver usando). Sendo que, além da relevância do tema do seu conteúdo produzido, uma das coisas cruciais para a decisão de posicionamento nos resultados de busca é, justamente, a constância de postagens em blogs e outras redes sociais.

Por isso, é preciso que haja um planejamento bem estruturado de como, quando e o que escrever. Veja:

Planejamento

Antes de tudo, é necessário estabelecer seu objetivo com o marketing de conteúdo. A partir disso, você deverá definir quais serão as suas estratégias e seus indicadores para mensurar seus resultados. Depois disso, você deverá fazer um estudo da sua persona e, para definir suas palavras-chave, é essencial que você compreenda as necessidades da sua persona. Só então você poderá começar a escrever!

Um planejamento bem sucedido é aquele que se mantém firme à realidade e que seja sincero quanto aos objetivos, às estratégias e ao que é possível.

Definição de objetivo

O que você pretende alcançar com o marketing de conteúdo? Ele será uma estratégia primária ou secundária para o seu objetivo geral? Você pretende consolidar sua marca como uma autoridade no assunto ou pretende usar do marketing de conteúdo para gerar vendas? É essencial que você tenha sempre seu objetivo muito claro para não se perder durante o percurso. 

Definição das estratégias

A definição das estratégias utilizadas estão intrinsecamente ligadas à definição do objetivo. Ou seja, se seu objetivo for aumentar suas vendas através da captação de leads, por exemplo, como você vai intervir as suas ações para captar mais leads?

Definição de indicadores/métricas

De acordo com os seus objetivos, você deverá definir seus indicadores de performance. Também chamados de KPIs, eles vão indicar se suas estratégias estão dando certo e se seus objetivos estão sendo cumpridos, ou não. Por isso, se seu objetivo for a captura de leads a partir de um determinado tipo de conteúdo, você poderá medir se você está sendo bem sucedido nisso contando quantos leads estão caindo, como e onde!

Estudo de persona para definição de palavras-chave

Para a definição das suas palavras-chave, é preciso que você conheça muito bem sua persona. Dessa forma, você saberá muito bem quais são suas dores, seus anseios e suas necessidades para o momento. Seguindo no exemplo de uma empresa que presta serviço de design: o que sua persona sente necessidade de saber nesse momento? Será que ela precisa compreender melhor como funcionam as políticas de imagens do Facebook ou é melhor investir em um conteúdo que direcione a produção de imagens antes? Somente a partir desse estudo detalhado, aliado à busca de volume das palavras-chave escolhidas é que você será capaz de produzir um conteúdo bem direcionado.

Agora é hora de escrever!

Ou produzir conteúdos para outras plataformas, como vídeos ou podcasts. 

O lado mais positivo em criar conteúdos para diferentes formatos é que você tem mais chances de atingir mais pessoas. Afinal, há pessoas que preferem ler, enquanto há pessoas que preferem ouvir Podcasts ou até mesmo assistir vídeos/lives/webinars.

Execução

A execução do marketing de conteúdo não é tão difícil, quanto pode parecer. Mas é certo que tem suas complexidades e merece a devida atenção. Por isso, depois de definir por onde você vai veicular seu conteúdo, planeje sua execução!

É essencial que você pense em como criar um conteúdo de qualidade. Para isso, é essencial que você pense sempre na experiência do seu usuário: qual a melhor forma do seu usuário experimentar seu conteúdo? Qual será a melhor disposição do seu conteúdo para que o usuário possa conhecer o que você está se dispondo a ensinar?

Para isso, faça buscas de palavras-chave e temas, além de um planejamento bem estruturado para que o seu conteúdo esteja sempre de acordo com o que você se propõe. Caso seja do seu interesse, confira nosso artigo sobre Como Criar Conteúdo de Qualidade e Relevante Para a Sua Audiência.

Depois de produzir seu conteúdo, é essencial que você pense na divulgação e na promoção do seu conteúdo. Depois de publicar um artigo, um vídeo ou um podcast, como ele será divulgado?

Você pode pensar em fazer a propagação do seu conteúdo através de mídias sociais, mas também pode investir em mídias pagas, por exemplo. 

O importante é que sua divulgação do conteúdo esteja alinhada às suas metas e estratégias. Portanto, sempre questione-se quem você quer divulgar com seu conteúdo: topo, meio ou fundo de funil? Um público quente ou frio? Você quer engajamento ou novos clientes? Ou ambos? 

Por isso, saiba quando usar o marketing de conteúdo a favor do seu funil de vendas e confira quando usar o Google Ads e quando usar o Facebook Ads para impactar a sua audiência.

SEO

Também para o Marketing de Conteúdo, é essencial que você conheças as estratégias de SEO. Isso porque seu próprio conteúdo precisará sempre de otimização e de bom posicionamento nos mecanismos de busca.

Por isso, fique sempre atento às regras do SEO e alinhe as estratégias de Marketing de Conteúdo e de SEO para que seus ganhos sejam cada vez maiores. Por exemplo, a repetição da sua palavra-chave durante seu texto e até para a divulgação do seu conteúdo.

Marketing_de_conteúdo

Por que investir em Marketing de Conteúdo?

É fato que nossa atenção, atualmente, está muito mais voltada para o mundo digital. Por isso, investir em marketing digital já não é mais um fator diferenciado, mas sim uma necessidade. 

Entretanto, o marketing digital também se reinventa constantemente. Desse modo, o marketing de conteúdo também é uma necessidade com foco de agregar valor à sua audiência.

Isso tendo em vista que, também para vender, precisamos que nosso cliente confie em nós. Portanto, além de compreender a necessidade de “educar o mercado” sobre o serviço que você oferece, também há a necessidade de mostrar para o seu cliente que você é uma referência nisso ou naquilo. Já que ao investir em marketing de conteúdo você poderá mostrar para seus clientes e futuros clientes que você tem propriedade para ofertar seu serviço, porque você tem conhecimento no assunto.

É por isso que alguns profissionais atualmente dizem que o marketing de conteúdo é a “moeda do século XXI” – tendo, inclusive, um livro com esse título. Justamente pelo fato de que é pelo marketing de conteúdo que você poderá impactar sua audiência e convencê-la do seu trabalho. Mostrando, justamente, o valor do seu serviço e tendo sua autoridade reconhecida pelo quanto você entende do que você oferta.

Benefícios do Marketing de Conteúdo 

Portanto, quais os benefícios e as vantagens do Marketing de Conteúdo? 

Oportunidade de trabalhar toda a jornada de compra do cliente

Um dos benefícios de se trabalhar com Marketing de Conteúdo é, justamente, a oportunidade de trabalhar toda a jornada de compra do cliente.

Isso porque, através do Marketing de Conteúdo, conseguimos impactar cada cliente em cada etapa do funil. Veja nossos exemplos:

  • Topo do funil: para impactar um usuário de topo de funil, conseguimos criar conteúdos que lhe chamem a atenção para a descoberta e consideração da sua necessidade. Isso significa que podemos criar conteúdos próprios para auxiliar os usuários a conhecerem, cada vez mais, sobre o que você tem ofertado.
  • Meio de funil: para o meio do funil, podemos trabalhar com conteúdos que despertem o interesse do usuário para que ele passe à intenção de compra. Por isso, é essencial que todos os conteúdos tenham sempre uma boa introdução que desperte a curiosidade do seu público.
  • Fundo de funil: o marketing de conteúdo, aqui, oferece uma maior confiabilidade ao cliente na hora de decidir pelo seu produto. Afinal, como já falamos, é muito mais provável comprarmos algo de quem tem conhecimento sobre o que faz e oferece.

Funil de Vendas e Marketing de Conteúdo

Relacionamento com o usuário

O marketing de conteúdo proporciona um relacionamento com a sua audiência e um engajamento para o seus conteúdos. Isso porque, ao compartilhar conteúdos de valor para a sua audiência, cria-se um laço de empatia e carinho entre quem está oferecendo o conteúdo e quem está utilizando-o. 

Isso tudo tendo em vista que o relacionamento com o cliente/usuário é fundamental para o avanço de qualquer marca. Portanto, ao despertar o interesse na audiência, podemos conseguir fidelizá-la com uma relacionamento saudável.

Além disso, promove um grande envolvimento entre a marca e o público.

Mais vendas e fidelização

É possível conseguir, através do marketing de conteúdo, alavancar suas vendas. Porque, como já falamos e repetimos, a confiabilidade em um produto/serviço aumenta quando quem o oferece entende muito bem o que está ofertando. 

Dessa forma, quando o cliente confia em você e no que você fala, fica muito mais fácil fidelizá-lo. Já que, mantendo-o bem informado, você faz com que ele se sinta confortável em comprar novamente com você e até recomendá-lo.

Permite que os preços sejam mais altos, enquanto há uma redução de custos

O fato é que: tudo que tem autoridade no mercado consegue ofertar seus produtos/serviços por preços mais altos. Isso tem total conexão com o fato de que, ao ganhar a confiança dos seus clientes e fidelizá-los, uma marca pode oferecer seus serviços por um preço mais elevado e seus clientes compreenderão que o serviço é bom o suficiente para que o preço seja mais elevado.

Lembra da Fórmula de Lançamento do Jeff Walker, que foi trazida para o Brasil pelo empreendedor Erico Rocha? Então, o Jeff Walker falava que começou ofertando seus conhecimentos e conteúdos de forma gratuita e gerou tanto valor para sua audiência que, quando resolveu ofertar um produto pago, as pessoas não se importaram de pagar. Isso porque elas compreenderam o valor do que ele estava ofertando. Portanto, o próprio Jeff Walker diz que, confiando no seu produto no valor que ele oferece, você não deve ter vergonha de ofertá-lo por um preço justo.

Em compensação, a redução de custos acontece porque, ao produzir um conteúdo, você alcança muitas pessoas. Então, você desembolsa um valor para uma peça e de uma vez. Já que ele ficará disponível por muito tempo e você não precisará gastar muito mais com ele. Ao contrário de uma publicidade física, por exemplo.

Isso nos leva o próximo benefício:

Mais tráfego e maior possibilidade de mensuração

Sabemos que colocar um outdoor, por exemplo, causa um grande impacto. Entretanto, não conseguimos mensurar quantas pessoas, exatamente, viram o outdoor ou resolveram entrar em contato por causa dele. 

Já com o Marketing de Conteúdo conseguimos mensurar o tráfego que recebemos, através de ótimas ferramentas. Conseguimos ver quais conteúdos estão nos rendendo bons resultados ou não, onde e quando investir mais ou menos, etc.

Assim, depois de mensurar o tráfego, conseguimos aumentar o tráfego, combinando estratégias, quando necessário. Sendo que, muitas vezes, só através do tráfego orgânico conseguimos ótimos resultados.

Estratégias e resultados para Marketing de Conteúdo

É fato que, para qualquer área, suas estratégias deverão estar alinhadas aos seus objetivos. Portanto, lá no planejamento, você definiu quais seriam suas metas e, consequentemente, quais seriam suas estratégias para alcançá-las. 

Desse modo, é muito importante que você consiga definir parâmetros para visualizar se suas estratégias estão dando resultados. Assim, deixamos a dica para que você faça uso de KPIs (Key Performance Indicator), ou seja, os indicadores-chave de performance. 

Para isso, você deverá estabelecer seus objetivos e transformá-los em indicadores. Por exemplo: se seu objetivo for educar o mercado, como você poderá mensurar isso? A partir de um indicador que lhe mostre que sua audiência tem assistido seus vídeos, lido seus artigos e/ou ouvido seus podcasts. 

E como estabelecer uma estratégia para alcançar esse objetivo?

Bom, usando do marketing de conteúdo, podemos criar conteúdos de valor e relevância. Mas, para além disso, para que alcance mais pessoas, podemos combinar a criação de conteúdos com a divulgação do conteúdo através de mídias pagas e/ou mídias sociais. 

Porém, se seu objetivo for aumentar a quantidade de leads, podemos começar analisando os indicadores de quantos já estão caindo e ver o que é preciso mudar. Mas podemos aplicar, como estratégia para captura de leads, a criação de ebooks, por exemplo, que serão disponibilizados a partir do cadastro do email e pop-ups durante os conteúdos para cadastro na newsletter, etc.

E, claro, sem nunca se esquecer do funil de vendas. Já que ele pode lhe ajudar a estabelecer estratégias específicas para cada uma das etapas da jornada de compra do cliente.

 

Dica de ouro:

Combine estratégias e ferramentas diferentes – quando lhe fizer sentido – para alavancar seus resultados. Por isso, alinhe seus conteúdos com mídias sociais e pagas, por exemplo!

 

Ficou curioso para saber mais sobre Marketing de Conteúdo? Não deixe de acompanhar nossos próximos conteúdos e deixe as suas impressões nos comentários!