Público-alvo e persona: Qual devo utilizar?

As vantagens do Marketing Digital para empresas são inúmeras e ele está se tornando cada vez mais imprescindível.

Acima de tudo, para que as estratégias funcionem da forma correta uma etapa muito importante é conhecer e estudar as pessoas para quem você quer vender o seu produto/serviço. 

Então, se as pessoas se interessam e compram seus produtos ou serviços é bem provável que existam características em comum entre elas.

Público-alvo e PersonaPara isso, é necessária a criação do Público-alvo e Persona do seu negócio.

Sabendo esses aspectos você consegue saber também quais são as necessidades dessas pessoas! 

E conhecendo um pouco mais sobre cada público você poderá segmentar o seu conteúdo. É muito importante segmentar da forma correta, por isso Evite erros na hora de configurar os anúncios!

A partir disso, conseguirá estruturar a linguagem, formato do material que irá utilizar e o tipo de abordagem que terá mais impacto nessas pessoas. 

Com isso, você irá alcançar as pessoas certas no momento certo! 

Ao contrário do que as pessoas acham, Público-alvo e Persona não são sinônimos.

Confira nesse artigo as principais diferenças, quando utilizar cada uma e como construí-los da maneira correta.

Índice:

  1. O que é público-alvo
  2. O que é persona
  3. Benefícios do Público-alvo
  4. Benefícios da Persona
  5. Qual utilizar?

Vamos supor que você tem uma marca de cosméticos online! Guarde essa informação. 

1. O que é o público-alvo

público-alvo e personaO público-alvo, também conhecido como Target é uma fatia da sociedade. Portanto faz referência a um determinado segmento social que tem propensão a adquirir seu produto/serviço. 

Para obter o Público-alvo é necessárias pesquisas para encontrar um grupo com características em comum para obter informações como: idade, sexo, poder aquisitivo, profissão, classe social, localização, educação e hábitos de consumo. 

Vejamos um exemplo de Público-alvo:

Já que você vende cosméticos online, o público-alvo é formado por mulheres entre 20 e 50 anos, que ganham entre 2 a 10 salários mínimos, que moram na capital e gostam de cuidar da pele, cabelo e corpo. 

2. O que é persona? 

Já a persona é um pouco diferente. Ela é uma pesquisa um pouco mais profunda e apurada sobre o público que surgiu.

público-alvo e personaLevando em consideração que dentro do público-alvo existem vários perfis diferentes de consumidores, a Persona é um modelo de consumidor, uma pessoa fictícia criada como um cliente ideal da sua marca. 

Além das informações do público-alvo, a persona traz também informações demográficas, história familiar, motivações, sonhos, metas de vida, hobbies, quais mídias consomem e desafios. 

Um modelo de persona para sua loja de cosméticos:

Laura é uma mulher de 28 anos, tem 1 filho e ganha cerca de 4 salários mínimos. Ela mora em um bairro de classe média. Sua maior preocupação é sua pele no futuro. Portanto procura produtos de uma marca boa para cuidar da sua pele e ao mesmo tempo manter uma boa aparência! Aos finais de semana costuma ir com seu filho no clube e passam o dia todo na piscina. Costuma passar um bom tempo no Instagram, onde posta foto do seu dia a dia e também dos pratos que come, já que tem uma vida regrada e saudável. Ela está feliz com a vida que tem pois sempre sonhou em ter uma família e ser financeiramente estruturada. Ela pensa muito no futuro e almeja ser gerente da empresa de marketing em que trabalha. 

Definida a persona, você já pode passar para o próximo passo: estruturar a Jornada de Compra dessa persona. 

Assim, a criação de estratégias de marketing assertivas é necessária.

Com a persona, você conseguirá estruturá-las por completo: saber que abordagem ter, quais palavras usar e onde se posicionar para atingi-la na hora certa

3. Benefícios do público-alvo

Um dos principais benefícios de utilizar o público-alvo para sua marca é a possibilidade de identificar e destacar os públicos distintos. 

Normalmente uma marca tem diferentes grupos que usufruem de seus produtos.

E determinando o público-alvo é possível saber quais nichos sua estratégia deve levar em consideração para atingi-lo da maneira correta. 

Além disso também é possível saber se todas as pessoas serão atendidos ou se é necessário focar em um tipo de consumidor específico. 

4. Benefícios da Persona

Quando uma persona é criada, o trabalho fica um pouco mais específico e os benefícios se modificam um pouco do público-alvo. 

Com essa pesquisa mais apurada, é possível construir uma base mais próxima da realidade, auxiliando ainda mais na estratégia de Marketing.

Dessa forma a equipe não irá desperdiçar material e tempo com algo que não tem ligação com as personas.

Assim você conseguirá alinhar a estratégia e ter uma ideia mais clara de quais redes sociais investir, o tipo de conteúdo que essas pessoas consomem, e como abordá-las.

Certamente a persona também pode ser aplicada em todas as etapas de vendas e de marketing! Ela auxilia em todas elas, inclusive na criação de um novo produto/serviço. 

5. Qual devo utilizar, Público-alvo ou Persona?

Se você pretende fazer uma pesquisa de mercado, o público-alvo permite uma captação mais ampla de dados. 

Por outro lado, se deseja criar estratégias de Marketing Digital o direcionamento que a persona permite é mais interessante e pode oferecer um resultado melhor. 

Mas, os dois conceitos não precisam ser classificados como melhor ou pior que o outro. 

Com o desenvolvimento e definição da persona, os profissionais passaram a desacreditar no público-alvo.

Porém isso é um equívoco pois os dois conceitos podem ser complementares!

Dessa forma, o público-alvo pode ser o primeiro passo, auxiliando a ter uma visão macro do negócio e também na hora de definir ações que precisarão atingir uma fatia maior da sociedade.

Assim, a mensagem que você quer passar pode ser mais abrangente e estará mais no topo do funil de vendas. Ele serve como base para o alinhamento da campanha de Marketing. Confira como o Funil de Vendas funciona

No entanto com a persona, as abordagens que o Marketing Digital terá serão personalizadas e direcionadas para o contexto que aquela “pessoa” está inserida. 

Em suma, os dois possuem vantagens e trabalham muito bem em conjunto. Então você pode sim utilizá-los juntos e com certeza só irá trazer benefícios para o seu negócio. 

Não conhecer para quem você está vendendo seu produto/serviço é um erro crucial e pode acarretar danos para sua empresa! Além disso, confira outros 5 erros de Marketing que você deve evitar

Ficou clara a diferença entre Público-alvo e Persona? Se você ainda tem alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos esclarecer!