Leilão do Google Adwords: Como Funciona?

Leilão do Google Adwords: Como Funciona?

Como funciona o leilão do Google Adwords? Entenda sobre CTR, Índice de Qualidade, Formatos, Posição Média, CPC, entre outros.

Se você já anuncia no Google Adwords ou pretende começar a usar a ferramenta, precisa entender de vez como ela funciona e, principalmente, como funciona o Leilão do Google Adwords. Nem sempre é fácil compreender a matemática por trás dos lances, cliques e outras métricas envolvidas. Por isso, vou explicar da maneira mais simplificada possível como funciona o Leilão Google Adwords.

 

Como você já sabe – ou pelo menos já ouviu falar -, o Google faz a entrega dos anúncios por meio de um leilão. Mas não é um leilão comum, no estilo: “quem dá mais leva”. O orçamento é importante mesmo, mas existem outros fatores que influenciam no desempenho. Em breve, você entenderá quais são eles.

Em resumo, o leilão serve para definir 3 pontos:

  1. Quem são os anunciantes que vão aparecer no resultado de busca;
  2.  Em qual ordem eles vão aparecer;
  3.  Quanto cada um pagará pelo clique.

Antes de tudo, é preciso ter em mente que os usuários do Google desejam ser impactados por anúncios relevantes. Isto é, anúncios que estejam exatamente relacionados ao que eles estão procurando. Se você está à procura de um ventilador de teto barato, é isso que você precisa achar com facilidade, correto? Todos os demais anúncios serão ignorados.

Por sua vez, os anunciantes também querem mostrar anúncios relevantes. Afinal, eles precisam ganhar o “clique” dos usuários. E, por último, é de total interesse do próprio Google garantir a melhor experiência para ambos, a fim de que eles voltem a usar seus serviços.

Tendo isso claro, o entendimento do funcionamento do leilão do Google Adwords fica muito mais fácil.

Índice:

  1. O lance (CPC Máximo)
  2. Por que o Google não se baseia apenas no valor do lance?
  3. Índice de Qualidade (IQ)
  4. Melhorando a posição média

O lance (CPC Máximo)

Chamamos de CPC Máximo o lance de cada anunciante: o valor máximo que ele está disposto a pagar pelo clique. Em um leilão comum, o valor do lance corresponde exatamente ao que será pago no final. No Google Adwords, o anunciante paga apenas o suficiente para ficar na frente do outro anunciante.

Na tabela a seguir você consegue visualizar essa diferença de forma simplificada. Lembre-se: não é só esse fator que delimita o CPC real (o valor final que o anunciante pagará pelo clique). Mas eu explicarei melhor depois.

Leilão Google Adwords

Por que o Google não se baseia apenas no valor do lance?

A resposta tem a ver com o que eu mencionei no início do texto. Portanto, a plataforma precisa mostrar os anúncios mais relevantes em melhores posições para garantir a melhor experiência do usuário.

Não importa quanto alguém está disposto a pagar. Se o anúncio não apresenta qualidade, ele não será mostrado nas melhores posições, ou, até mesmo, nem aparecerá na página de busca.

Para calcular a relevância do anúncio para o usuário, o Google utiliza o Índice de Qualidade (I.Q). Dessa forma, o valor do I.Q. é determinado por diversos componentes como CTR, página de destino e linguagem.

Índice de Qualidade (IQ)

CTR (taxa de cliques) 

A taxa de cliques (CTR, na sigla em inglês) avalia a frequência com que as pessoas clicam no seu anúncio depois de visualizá-lo. Portanto, ele delimita quanto o anúncio está sendo eficaz.

Com isso, saiba o que é melhor para você: impulsionar um post ou criar um anúncio?

Landing Page 

É a página de destino. Um anúncio só é útil para o usuário se a página de destino mostra o que ele está procurando. O que faz uma landing page ser de alta qualidade são os seguintes fatores:

    • Conteúdo relevante e original;
    • Fácil de navegar;
    • Transparência e clareza de informações.

Relevância

O Google analisa a linguagem utilizada para ver se corresponde à palavra-chave utilizada na busca. A língua configurada está correta? A palavra-chave está relacionada com o anúncio? O anúncio está relacionado com o conteúdo da página? Todos esses fatores influenciam na delimitação de relevância.

Formatos

A estrutura do seu anúncio é outro fator avaliado pelo Google para decidir em qual posição e quanto você pagará pelo clique. Desse modo, você precisa descrever com muita clareza os atributos do seu produto em poucos caracteres.

Para otimizar ainda mais os seus resultados, o AdWords oferece as extensões de anúncio, que são aquelas linhas que complementam o anúncio de texto padrão. As extensões são formas descomplicadas de aumentar as chances de cliques em um anúncio, melhorando o CTR da campanha.

As extensões de anúncios aumentam a visibilidade, pois ocupam um espaço maior em sua exibição na tela e passam informações que podem ser relevantes ao usuário sem você precisar pagar a mais por isso melhorando seu índice no leilão do Google Adwords. Abaixo um exemplo.

Todos esses fatores adicionam pontos ao seu “placar final”. A contagem final determinará a sua posição no ranking, que chamamos de Ad Rank.

Utilizando o exemplo dos mesmos quatro anunciantes, delimitamos a qualidade e o formato de cada um deles como baixa, média ou alta. Como resultado, a combinação do lance com esses dois elementos formaram o Ad Rank final.

Exemplo 1Leilão Google Adwords

Neste exemplo, mesmo com um lance de R$2,00, o anunciante número 3 aparecerá em primeiro lugar devido à alta qualidade do anúncio e formato. O investimento de R$4,00 do anunciante número 1 – o maior entre seus concorrentes – não foi suficiente para que o seu anúncio aparecesse na página de busca.

Exemplo 2

Leilão Google Adwords

Agora que entendemos como as posições são calculadas, como saber o valor real que cada anunciante irá pagar pelo clique? Como mencionei anteriormente, cada anunciante pagará apenas o mínimo necessário para manter- se naquela posição.

Ainda usando o mesmo exemplo anterior, a respetiva classificação de anúncios de cada um dos anunciantes é de 20, 15, 8 e 5. Se a classificação de anúncios mínima necessária para a apresentação acima dos resultados de pesquisa for, por exemplo, 10, apenas os primeiros dois anunciantes (com classificações de anúncios de 20 e 15) excedem o mínimo e são apresentados acima dos resultados de pesquisa.

O anunciante com a classificação de anúncios de 20 paga apenas o suficiente para superar o anunciante com a classificação de anúncios de 15. Uma vez que não existe outro concorrente elegível, o anunciante com a classificação de anúncios de 15 paga apenas o suficiente para superar a classificação de anúncios mínima de 8.

Aproveite para saber como criar e vender infoprodutos!

Melhorando a posição média

O leilão do Google Adwords acontece toda vez que alguém faz a busca por uma palavra-chave. Ou seja, ele acontece milhares de vezes por dia e pode mudar toda hora! Melhorar a qualidade ou o formato do anúncio pode mudar a posição e deixa o clique mais barato.

Para conquistar posições mais elevadas não basta oferecer lances maiores, a qualidade do anúncio e a relevância das palavras-chave escolhidas também contam muito para um melhor posicionamento na primeira página do Google, por um custo por clique menor.

Você precisa decorar e saber tudo sobre como esse cálculo é feito? Certamente, não! Mas entender como o processo funciona é essencial para analisar os valores que foram cobrados, a sua posição no ranking, ou até mesmo porque você não apareceu na pesquisa.

Agora você conseguiu entender como funciona o Leilão do Google Adwords. Para configurar suas campanhas, não deixe de falar com um especialista! Entre em contato com a equipe Flyon aqui para tirar suas dúvidas.