Como fazer uma boa gestão de loja virtual?

Como fazer uma boa gestão de loja virtual?

Apesar de atrair muitos empreendedores, o setor de e-commerce pode não ser algo tranquilo para parte deles. Afinal, o problema é que muitos não fazem ideia de como fazer a gestão de loja virtual. E, como se pode imaginar, este é apenas o primeiro passo para o fracasso.

Entretanto, quando se considerado a gestão com atenção e cada um dos procedimentos e estratégias são seguidos com disciplina, obter sucesso torna-se apenas uma questão de tempo.

O e-commerce apresenta ótimos níveis de retorno. Seja no meio de complicações econômicas ou quedas nos modelos de vendas tradicionais, o fato é que as lojas virtuais continuam em sólido crescimento.

Mas o que está incluído na gestão de e-commerce, antes de tudo? Veja o esquema abaixo com os principais pontos para trabalhar na administração da sua loja online:

gestão de e-commerce

Agora que você já viu os principais pontos, continue a leitura deste artigo para ver algumas dicas e orientações gerais sobre como fazer a sua gestão de loja virtual. Saiba o que fazer na loja virtual para vender e atrair mais clientes. Conquiste bons resultados.

1. Estoque

Não é raro encontrar empreendedores que trabalham com lojas virtuais que perderam clientes por falta de uma boa gestão de estoque. Afinal, nada pior que do encontrar um produto com ótimo preço quando ele não está mais disponível.

A otimização da gestão de estoque precisa levar em consideração alguns pontos fundamentais:

  • Identificar o modelo mais adequado ao negócio;
  • Planejar e calcular corretamente a quantidade de produtos;
  • Conferir os itens estocados por segurança.

Partindo desses pontos será possível melhorar o estoque e, consequentemente melhorar e aumentar as vendas. Como resultado, a gestão de loja virtual se tornará muito mais eficiente.

2. Controle de vendas

O controle de vendas é um aspecto dependente das boas práticas apontadas antes. Uma ótima ideia para cuidar dessa área é investir em um software de gerenciamento. Caso não seja possível dispor de um no momento, use planilhas para ajudar.

O ponto é que não dá para melhorar a gestão da loja virtual se você não melhorar a gestão do estoque, o que envolve diretamente controlar as vendas.

O importante é que todas as transações envolvendo as entradas e saídas de produtos sejam registradas rigorosamente. Somente dessa forma será possível ter o controle total do que está acontecendo e realizar um planejamento mais sólido e que guie o negócio para o sucesso.

3. Logística

A logística também impacta fortemente a gestão da loja virtual. Como bem se sabe, no e-commerce não é só vender que conta – o produto tem que ser entregue ao cliente e essa é uma grande responsabilidade do negócio!

Se você está ainda na fase inicial de planejamento de sua loja virtual, esse é o momento certo para avaliar corretamente o modelo de sua logística e processo operacional. Se já tem uma loja e está encontrando problemas, não espere mais tempo para rever e avaliar o que pode ser mais viável para o negócio.

Uma boa ideia nesse sentido é procurar por opções terceirizadas. Dessa maneira, o seu único foco será se concentrar em vender mais e melhor!

4. Custos

Um dos problemas mais recorrentes na administração de lojas virtuais é a falta de um planejamento eficiente dos custos. Na realidade, em se tratando de gestão de loja virtual, esse deve ser sempre o primeiro ponto a ser considerado.

É por meio do planejamento de custos que se pode avaliar quando e onde poderá haver cortes e redução de gastos, bem como para onde os investimentos devem ser direcionados ou ainda, se será preciso aumentá-los.

Mais uma vez entra em cena a disciplina e a organização: procure manter um acompanhamento como parte da rotina do negócio e observe o faturamento e o investimento, os gastos de cada serviço e os gastos com fornecedores para um melhor planejamento.

Com o tempo e com o aumento das informações será possível que você consiga analisar de maneira mais clara, ampla e precisa todos os aspectos antes de tomar alguma decisão – um novo investimento em produto ou a retirada de um item da loja, por exemplo.

5. Estratégias de marketing

As estratégias de marketing ajudam a loja virtual a se tornar cada vez mais conhecida. Além disso, aumentam as chances de criação de laços de confiança com os consumidores e, claro, isso leva a um relacionamento duradouro.

Banner_Curso_Marketing_Digital_Imobiliárias

Nesse sentido, vale a pena destacar algumas das opções que podem ser colocadas em prática pela loja virtual:

Google AdWords

Essa plataforma do Google, uma das mais seguras e usadas do mundo, é uma excelente ferramenta para impulsionar as vendas. Ao adotar esse método de divulgação os anúncios de sua loja aparecerão nas páginas de pesquisa do Google e em sites parceiros por meio de banners, links patrocinados e vídeos.

Facebook Ads

O Facebook conta com mais de dois bilhões de usuários ativos. Ficar fora dessa rede social é perder ótimas oportunidades de negócio.

Anunciar por meio do Facebook Ads funciona de forma semelhante à plataforma do Google, com o diferencial de que aqui o foco é a rede social.

Uma característica interessante do Facebook Ads é que essa ferramenta permite que se possa desenvolver ações com base no perfil de usuários. Com isso, é possível trabalhar e anunciar a partir de comportamentos, interesses, localização e até dados demográficos. Trabalhando com atenção e com essa segmentação é praticamente impossível não atingir o público-alvo.

Mas, por que as estratégias de marketing são importantes na conjuntura geral da gestão de loja virtual? A resposta é simples: sem estratégia dificilmente será possível obter leads qualificados (um cliente e não um potencial consumidor – lead).

A ideia de lead qualificado envolve o usuário que já sabe o que quer e está em busca de algo que possa resolver seu problema. Ou seja, é alguém que está pensando seriamente em adquirir seu produto!

6. Indicadores

Se o assunto em questão é a gestão de loja virtual não seria possível deixar de lado a importância de acompanhar os indicadores.

Há ferramentas muito boas no mercado que podem ajudar com essa finalidade. Um bom exemplo é o Google Analytic que entrega relatórios completos e precisos sobre seu público e campanha.

Por fim, escutar o cliente de sua loja virtual pode ser uma ótima maneira – e também simples – para avaliar o que está sendo feito corretamente e o que poderia ser melhorado.

Dedique algum tempo a analisar os feedbacks, seja de produtos ou de experiência com a loja. Por mais simples que os comentários de um usuário possam ser eles podem ser muito reveladores levando o negócio ao crescimento.

Agora que você viu alguns dos principais pontos sobre gestão de loja virtual, aproveite e baixe o E-book Vendas para E-commerce. Nesse guia, você encontrará uma série de dicas para aumentar as vendas de sua loja não importando o segmento ou a época do ano! Aproveite!

Imagens que Convertem