Como alavancar as vendas de seu e-commerce com o Google Ads?

Como alavancar as vendas de seu e-commerce com o Google Ads?

Você tem se perguntado frequentemente sobre como alavancar as vendas no seu negócio? É bastante provável que sim. Se já se questionou algumas vezes sobre o assunto, é possível também que tenha percebido a grande oportunidade trazida pelo mundo digital.

Hoje em dia, inúmeros negócios são criados apenas para vendas na internet. Outros se modernizaram e estão atuando das duas formas. Sendo tanto no mercado físico quanto no virtual. Independente de qual seja o seu caso, uma coisa é certa: é preciso saber como alavancar as vendas!

Para ter resultado, é necessário investir naquilo que tem dado certo. Então, o Google Adwords para e-commerce (hoje chamado de Google Ads) é uma das estratégias que mais tem oferecido resultados concretos. Saiba mais!

Índice:

  1. O que é Google Ads?
  2. 5 estratégias avançadas de Google Ads para e-commerce
    1. Google shopping
    2. Links patrocinados
    3. Público
    4. Remarketing dinâmico
    5. Ajustes de lance para lista de usuário

O que é Google Ads?

Publicidade do Google. Essa é a forma mais simples e resumida de explicar o que é Google Adwords. Para ter seu lucro e fazer a máquina girar, a plataforma se desenvolveu de modo a alavancar as vendas dos milhares de clientes de todos os segmentos, tamanhos e portes. Isso já que o Google é o mecanismo de busca mais utilizado no mundo todo. 

Os anúncios feitos no Google Ads podem aparecer de duas formas. São elas: redes de display, que são as imagens, textos ou vídeos que surgem nos sites visitados pelo seu público. Ou nas redes de pesquisa, através dos links patrocinados no topo da página de resultados de busca e também na lateral dessa mesma página.

5 estratégias avançadas de Google Ads para e-commerce

Quer saber quais são as melhores estratégias do Google Adwords para e-commerce? Conheça as principais delas em que seu negócio precisa investir para alavancar as vendas e ter resultados cada vez melhores:

1. Google Shopping

Você já cadastrou seus produtos e serviços no Google Shopping? A ferramenta tem sido bastante utilizada não só pelos e-commerces, como também pelos internautas. Desse modo, a opção é interessante por estimular o clique do usuário. Assim, melhorando essa taxa e aumentando as possibilidades de conversão para o negócio.

Em resumo, o Google Shopping é uma plataforma criada para o comércio eletrônico que funciona tal como um comparador de preço. Para investir nessa estratégia é necessário, portanto, ter valores competitivos dentro do seu respectivo mercado. Caso contrário, dificilmente obterá bons resultados em cliques.

Vale frisar ainda que você pode cadastrar quantos produtos quiser no Google Shopping. Dessa forma, você consegue dar prioridade para um ou outro, a fim de usar como isca e levar o internauta para dentro do seu ambiente virtual.

2. Links patrocinados

Se você tem o mínimo de conhecimento em Marketing Digital, sabe que um dos primeiros passos para fazer o negócio expandir é através dos investimentos em links patrocinados. Tendo em vista que são anúncios publicitários na página de resultados do Google.

Uma das principais vantagens dos links patrocinados é que eles ficam bastante visíveis na página de pesquisa do Google. Dessa forma, eles acabam recebendo vários cliques, especialmente do seu público-alvo previamente definido.

É, portanto, um investimento que vale a pena. Especialmente se for utilizado no começo do e-commerce. Geralmente os resultados orgânicos demoram um pouco mais para começar a aparecer e, neste momento, contar com o auxílio desses links é importantíssimo para progredir.

3. Público

Não tem como falar em alavancar as vendas e usar o Google Adwords para e-commerce sem mencionar também a importância de trabalhar o público. Segmentar é definir com clareza e exatidão quem será seu público. Por isso, é indispensável para fazer sua campanha valer e para poder ver resultados reais na sua loja virtual.

Neste aspecto, o Google Adwords é eficiente em fazer a segmentação. A partir do perfil previamente estabelecido do seu cliente ideal, é possível mostrar seus anúncios e produtos para quem realmente pode ter interesse neles. Dessa forma, o processo de conversão, e até mesmo de venda, é muito mais fácil e barato.

Trabalhar corretamente com o público significa mostrar o produto certo, para a pessoa certa e na hora certa. Unir a “fome com a vontade de comer”, como diria um velho ditado. As chances de ter excelentes resultados são altíssimas. Por isso vale a pena planejar este tipo de ação.

4. Remarketing dinâmico

Outra possibilidade, se tratando das estratégias do Google Adwords para e-commerce, é investir no remarketing dinâmico. Já ouviu falar neste tipo de ação e sabe do que se trata?

Remarketing é quando você está navegando por diferentes sites e páginas virtuais e sempre vê anúncios e propagandas que estão relacionadas a uma pesquisa que você fez recentemente ou site que visitou em outro momento. Por exemplo, você pesquisou, ou visitou um site de viagens e agora todos os anúncios parecem estar relacionados a este assunto.

Assim, o remarketing dinâmico é justamente investir para que os internautas, que acessaram seu negócio, continuem a ver propagandas de seus produtos e serviços. Isso, mesmo após saírem do seu site. A possibilidade de ganhar um clique desta forma é realmente alta. Bem como de acontecerem conversões. Os resultados com certeza chegam!

5. Ajustes de lance para lista de usuário

Conhecido também como RLSA – Remarketing List for Search Ads -, é uma estratégia em que é possível usar a personalização para alavancar seus resultados. Em resumo, com o RLSA você tem a possibilidade de criar uma campanha específica para os internautas que já acessaram seu site. Por isso, podem estar mais propensos a fazer uma compra ou contratação.

Basicamente, existem dois tipos de estratégia aqui. A primeira é criar uma rede de contatos em que você aumente o lance para aparecer aos visitantes que não efetuaram compras. Outra forma é dando lances em palavras-chaves mais amplas para atrair novamente o potencial lead para o seu espaço interno.

Vale a pena ressaltar que é sempre interessante adicionar palavras e ajustes positivos para aqueles que, de alguma forma, já conhecem o negócio. Você pode – e deve – criar anúncios personalizados para aqueles que abandonaram o carrinho, já com itens.

Como você observou, são muitas as formas de usar o Google Adwords para e-commerce. Sendo assim, para ter certeza de que você está investindo na estratégia certa, a dica é contar sempre com a ajuda de um profissional especialista na área.

Por isso, se você quer saber como alavancar as vendas e ter bons resultados, aproveite para falar agora mesmo com um consultor Flyon e tire suas dúvidas!